Você sabe o real valor do seu negócio familiar? Por Cícero Rocha

Ter as ações de uma empresa familiar implica ter elementos intangíveis difíceis de mensurar apenas com parâmetros técnicos.

Há uma dimensão de propriedade socioemocional que não está presente nas regras de avaliação do mercado de capitais.

Quando o fundador ou fundadores se aposentam do negócio que viram nascer e crescer, geralmente procuram dar aos filhos a propriedade da empresa e, ocasionalmente, a administração dela.

Negociações sempre existirão, mas os atritos que surgem entre suas partes podem diminuir, e até mesmo ser evitados, se a forma de proceder nessas situações estiver estipulada no protocolo de família.

Com a ajuda de critérios concretos e métodos objetivos de valorização das ações (que, aliás, dão preferência aos herdeiros que desejam comprá-las, para permanecerem como proprietários), cria-se um processo justo, saudável e livre de brigas desnecessárias.

Lembre-se de que a oportunidade facilita o processo de tomada de decisão. Se tudo for documentado e previamente acordado pelas partes interessadas, serão evitados transtornos e, acima de tudo, a harmonia familiar permanecerá intacta.

Cícero Rocha,

Fundador do Instituto Empresariar e Referência em Empresas Familiares.

Sinais de problema na governança. Por Cícero Rocha

A governança corporativa existe para garantir que não ocorra nenhum desvio de finalidade da empresa, para garantir que nenhuma parte interessada no negócio seja prejudicada. Hoje em dia, podemos dizer que a governança corporativa não é apenas uma alternativa, mas uma necessidade fundamental para as empresas, tamanha a sua importância. Mas para que ela de fato tenha alguma validade e impacte positivamente o dia a dia empresarial, é preciso que sua implantação seja feita da maneira correta.

Uma das formas de garantir que as práticas da governança corporativa sejam bem definidas e respeitadas é através da autonomia do Conselho Familiar. Seu papel é a diminuição de riscos e a melhoria da tomada das decisões estratégicas da empresa. Para que possa exercê-lo, é imprescindível que possua independência. Isso garante que os interesses da companhia sejam colocados sempre em primeiro lugar. Ou seja, um conselho sem independência é um sinal de problema!

Um dos princípios da governança corporativa é a equidade e se houver falhas de comunicação entre os indivíduos chave e os colaboradores e sócios, isso pode ser um problema. A comunicação precisa ser vista como um fator chave para o sucesso dos processos internos das empresas, com um papel estratégico cada vez maior. Uma boa comunicação aumenta a confiança entre as partes interessadas e minimiza a ocorrência de riscos.

A realização de auditorias independentes é um recurso de extrema importância para as empresas, pois é através delas que a utilização de recursos de maneira eficiente é analisada com imparcialidade e eficiência. É parte fundamental da governança corporativa assegurar que a realização das auditorias aconteça de forma tranquila, com toda a autonomia e independência que forem necessárias. Somente assim será possível identificar os processos necessários para a melhoria constante na empresa.

Em resumo, para que a implantação da governança corporativa na sua empresa familiar seja feita da maneira adequada: implante um conselho familiar, estabeleça uma hierarquia entre os indivíduos chave, esteja sempre realizando reuniões para acompanhar os projetos e mantenha as relações transparentes dentro do ecossistema, de forma dinâmica e ao mesmo tempo assertiva. Se você gosta de falar sobre governança corporativa ou tem algum falha na sua empresa que precisa identificar e corrigir, entre em contato comigo!

 

Cícero Rocha,

Fundador do Instituto Empresariar e Referência em Empresas Familiares.

Acredita que não são todas as empresas familiares que se desestabilizam em momentos adversos? Por Cícero Rocha

Há empresas que prosperam nesses momentos, ao invés de serem afetadas. Isso se dá porque as empresas que prosperam investem na profissionalização de seus membros e na expansão dos seus negócios! Logo, estão muito mais preparadas para lidar com situações de crise.

Tudo parte da Governança Corporativa, que deve ser exercida de forma estruturada e que se molda ao estilo e realidade do negócio em questão! Assim garantido a continuidade do ecossistema orgânico e vivo que é uma empresa familiar.

Em meio as crises as decisões tomadas pela governança que lidera os passos da empresa, devem ser decididas de forma cautelosa e com base em análises e planejamento estratégico, contando com o auxílio dos conselhos de família, negócios e sócios. Afinal, com esses subsistemas integrados fortalecidos é possível sair ileso de momentos críticos e garantir a longevidade do negócio familiar com mais suavidade.

Cícero Rocha,

Fundador do Instituto Empresariar e Referência em Empresas Familiares.

Governança corporativa e familiar. Por Cícero Rocha

Empresas familiares possuem enorme representatividade para a economia doméstica e mundial. Assim, os negócios familiares exigem uma estrutura de governança diferenciada, que une governança dos negócios, governança familiar, societária e dos seus indivíduos-chave.

Esses quatro subsistemas exigem governança, com seus limites e finalidades, que precisam de processos, formação das pessoas e instrumentos, voltados para diminuir as assimetrias e tensões, sempre buscando a preservação do negócio, a harmonia da família, o patrimônio dos sócios, mas sem esquecer da felicidade dos seus indivíduos-chave.

Em outras palavras, essa governança promove balanceamento, assegurando a sincronia equilibrada entre equipe, empresa e stakeholders.

A governança vista com esse olhar sistêmico, mas acima de tudo balanceados, como prever a metodologia BFB – Balanced Family Business – é importante para compreender e pra auxiliar tanto na implementação como nos ajustes necessários para a perpetuação sustentável de todo o Ecossistema.

No Instituto Empresariar entendemos a governança corporativa em uma empresa familiar como uma sistemática de gestão especializada e diferente das demais.

Uma governança bem exercida pode trazer uma série de vantagens para todos os envolvidos.

No Instituto Empresariar uma equipe de profissionais qualificados atua 24 hrs auxiliando nesse assunto!

Cícero Rocha,

Fundador do Instituto Empresariar e Referência em Empresas Familiares.